Fevereiro/2023

O Homem Duplicado (2013)

Crítica Existencial no CINEMA

[LIVE] Sessão de Crítica Selvagem sobre o filme

A ser agendada em fevereiro/2023.

Todos os inscritos receberão os dados de acesso pelo e-mail.

Se ainda não fez o seu cadastro gratuito, clique aqui para se inscrever.

[ARTIGO] Texto da Crítica Selvagem sobre o filme

A ser postada após a LIVE de Crítica Selvagem.

Todos os inscritos receberão o PDF com o texto, em seus e-mails.

[SOBRE O FILME] Textos encontrados na internet

Resumindo, a trama traz Adam Bell (Jake Gyllenhaal), um professor de história que leva uma vida pacata e, ao que tudo indica, tediosa.

“Os padrões se repetem”, ele professa na sala de aula.

Do trabalho, vai para casa, encontra a namorada, dorme e volta ao trabalho no dia seguinte, repetindo a mesma rotina.

E assim o filme é montado, repetindo praticamente a “mesma” cena, no início. Um belo dia, um companheiro do corpo docente, assim como quem joga conversa fora, sugere que Adam assista a um filme do qual havia gostado.

Adam, então, resolve alugar a fita e, em um dado momento, descobre um sósia entre os figurantes.

Aí, o professor de história inicia uma jornada em busca do ator, chamado Anthony St. Claire (Jake Gyllenhaal, claro).

O segundo maior – e mais claro – mérito do filme de Villeneuve, desde o início, é a construção do clima de suspense que vai conduzir todo o filme.

Para isso, além da montagem, ele conta com uma trilha sonora soturna, uma iluminação sombria e a interpretação dos atores combina perfeitamente com atmosfera – centrados na figura duplicada de Gyllenhaal (Adam/ Anthony), na namorada de Adam (Mélanie Laurent), a esposa de Anthony (Sarah Gadon) – o tempo inteiro com uma ruguinha de dúvida na testa, que é como o espectador deve se sentir – e uma participação pequena, porém muito significativa, de Isabella Rossellini como a mãe do historiador.

Fonte: AdoroCinema

O Homem Duplicado[1][2] (no original em inglês, Enemy) é um filme de suspense psicológico dirigido por Denis Villeneuve que baseia-se no livro homônimo de José Saramago.[3] O longa conta com Jake Gyllenhaal, Mélanie Laurent, Isabella Rossellini e Sarah Gadon nos papéis principais.[4]

Foi exibido pela primeira vez na sessão Apresentação Especial do Festival Internacional de Cinema de Toronto em 8 de setembro de 2013. A estreia em Portugal e no Brasil ocorreu no dia 19 de junho de 2014.[5][6]

Enredo
Um homem (Jake Gyllenhaal) está em um clube noturno assistindo um show erótico, que termina com uma mulher nua esmagando uma tarântula com seu sapato. Em outro lugar, uma mulher grávida está sentada na cama, sozinha.

Adam Bell é um professor universitário de história que leva uma vida solitária. Ele é idêntico ao homem que assistia ao show erótico. Um colega puxa assunto e recomenda-lhe um filme. Adam vê um ator que é fisicamente igual a ele. Após buscar o nome nos créditos do filme, Adam identifica Daniel St. Claire, nome artístico de Anthony Claire. Adam aluga os outros dois filmes de Anthony e passa a exibir um comportamento obsessivo por ele. Sua namorada, Mary (Mélanie Laurent), irrita-se com sua mudança de comportamento e o deixa.

Adam persegue Anthony, visitando seu local de trabalho e telefonando para sua casa. Todos confundem os dois, incluindo a esposa grávida de Anthony, Helen (Sarah Gadon), que atende a um dos telefonemas de Adam. Helen, ao ver Anthony discutindo com alguém ao telefone – de fato, Adam – pergunta a Anthony se ele ainda está se encontrando com outra mulher, entretanto, ao procurar nos bolsos das roupas de Anthony, ela encontra os dados de Adam, e vai até a faculdade onde ele dá aulas; ela troca algumas palavras com ele e fica espantada com a semelhança. Em uma cena em separado, uma tarântula gigante caminha entre os prédios de Toronto.

Adam e Anthony combinam de se encontrarem num quarto de hotel, e descobrem que são cópias idênticas um do outro, incluindo uma cicatriz. As personalidades, entretanto, são opostas: Adam é tímido e gosta de livros; Anthony é impulsivo e sexualizado. Adam se assusta e se afasta de Anthony, que começa agora a perseguir Adam. Ao descobrir sua namorada, Mary, ele obriga Adam a lhe emprestar suas roupas e carro para que ele tenha relações sexuais com ela. Anthony a leva para o mesmo hotel onde ele se encontrou com Adam. Enquanto isso, Adam resolve ir ao apartamento de Anthony, e encontra lá Helen, que parece perceber algo diferente e pede a Adam para ficar.

No hotel, Mary entra em pânico ao ver a marca de aliança no dedo de Anthony, que se passava por Adam, e pergunta quem ele é. Ela o obriga a levá-la embora para casa, mas os dois brigam no carro e eles sofrem um grave acidente. Ambos morrem.

No dia seguinte, Adam veste as roupas de Anthony, aparentemente pronto para viver no lugar dele. Helen sai do chuveiro e entra no quarto. Adam faz-lhe uma pergunta, e ela não responde. Adam então entra no quarto, e encontra lá uma tarântula gigante, parada e olhando para ele. Adam olha e suspira calmamente.

Elenco
Jake Gyllenhaal como Adam Bell / Anthony St. Claire
Mélanie Laurent como Mary
Isabella Rossellini como a mãe de Adam
Sarah Gadon como Helen Bell
Stephen R. Hart como Bouncer
Jane Moffat como Eve
Joshua Peace como Carl
Tim Post como Anthony Concierge
Recepção
Enemy recebeu críticas em sua maioria positivas. No Rotten Tomatoes, detém uma pontuação de 74%, com uma pontuação média de 6,6/10, com base em comentários de trinta críticos. Descrevem o filme: “Com uma trama sinuosa e premissa complicada, Enemy leva a si mesmo ao fracasso – mas graças a um forte desempenho de Jake Gyllenhaal e direção inteligente de Denis Villeneuve, atinge a marca como um tenso thriller de aventura incomum.”[7]

Referências
1. «O Homem Duplicado». Adoro Cinema. Consultado em 22 de junho de 2014
2. «Estreou o filme “O Homem Duplicado”». RTP. 19 de junho de 2014. Consultado em 22 de junho de 2014
3. Fernando Vasquez (21 de setembro de 2013). ««Enemy» por Fernando Vasquez». c7nema. Consultado em 28 de dezembro de 2013
4. «Filme “An Enemy” (O Homem Duplicado) selecionado para o Festival de San Sebastián». Fundação José Saramago. Consultado em 28 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 29 de dezembro de 2013
5. Agência Lusa (18 de junho de 2014). «Filme adaptado de “O Homem Duplicado” de Saramago estreia quinta-feira em Lisboa». i. Consultado em 22 de junho de 2014
6. Carol Souza (18 de junho de 2014). «Jake Gyllenhaal protagoniza “O Homem Duplicado”, longa baseado em livro de José Saramago com estreia nesta quinta, 19». Diário24h. Consultado em 22 de junho de 2014. Arquivado do original em 3 de março de 2016
7. «Enemy (2014)». Rotten Tomatoes. Consultado em 14 de janeiro de 2014

Fonte: WikiPédia

X