glossário do esquema conceitual do possível serdual - imobilidade estrutural

Imobilidade Estrutural

Imobilidade Estrutural: “O determinismo é dado pela sensação vindoura de imobilidade estrutural. Ocupar um status mais alto será, também, possuir menos mobilidade, por não poder se afastar da posição que se ocupará. Responsabilidade, pressão, expetativa, desempenho, etc. É uma projeção para o futuro que causa um sentimento de tristeza, como se estivesse a deixar de ser o que se é, e o que se foi, para trás. E isto nem sempre parece sem bem assimilado pelas pessoas mais sensíveis, pois é entendido como uma grande perda de si, verdadeiramente. Há o sentimento de que tudo já está dado no futuro, que existe um mecanicismo que esteja a absorver toda a capacidade criativa que se origina da liberdade que se tem, e que não mais terá como antes.” (em O Guia Cínico e Selvagem dos Jogos da Vida, Cap. IV)

“O marketing basicamente incentiva o movimento da potência à imobilidade do ato. Faz agir para que não se precise agir mais, pela saciedade prometida. E a diferença é gatilho mais facilmente trabalhado pelo marketing mais eficiente, pois não são nem as qualidades e nem os atributos do produto mais relevante. Mas sim a falta que o consumidor possui, nele mesmo, em relação a quem possui o produto. Um exemplo são os influencers, que nem precisam prometer nenhuma qualidade do produto, mas basta um post com algum produto que estão a promover que levam todos a procurarem para comprar. Nem mesmo os influencers precisam ser bons, ou terem qualidades intelectuais ou fazerem algo de especial na vida. Basta promoverem-se de forma eficiente a distinguirem-se dos simples mortais, e serão desejados tanto quanto um produto.

Nada se correlaciona às promessas úteis e valiosas do produto ou da necessidade que o consumidor possui em relação ao produto.” (em O Guia Cínico e Selvagem dos Jogos da Vida, Cap. VIII)

Imobilidade Estrutural: Conteúdo Protegido.

Deixe um comentário

X