fbpx

Modo de Existir

A parte transcendente da quarta esfera do esquema conceitual do possível.

O modo de existir pode ser comparado à presença heideggeriana, física, material e suficientemente orgânica, superficial, em atos limitados, em potências reduzidas, resistentes, por vezes – é o corpo que envelhece com o tempo enquanto aprisionado na estrutura, a ser absorvido lentamente, consumido aos poucos, a entregar sua existência em troco de nada, enquanto é digerido pela estrutura. O modo de existir precisa, assim, fazer as questões, mas estas não lhe são próprias, afinal, e lhe são dadas incompletas ou insuficientes. O sujeito precisa, assim, investir no modo de existir para que possa, afinal, ser. É no modo de existir que a batalha se dá.

X