fbpx

Modo de Ser

A parte imanente da quarta esfera do esquema conceitual do possível.

O modo de ser pode ser comparado ao conceito de existência heideggeriana, a ocupação plena do próprio eu, com muita potência e pouco ato, que se expressa pela imaginação do sujeito a se direcionar às possibilidades, todas a níveis profundos, que são as que existem de forma relevante em cada uma das individualidades, caoticamente dispersas, viscerais. O modo de ser é a alma que subverte a linearidade do tempo, que se rejuvenesce com o passar deste, enquanto está a percorrer os caminhos do mundo, nas suas mais loucas viagens, a apreender tudo o que lhe é afim. Este modo se dá no devir, quando se vive este devir com toda a potência que se pode tirar de si mesmo.

X