glossário do esquema conceitual do possível serdual - pânico

Pânico

O pânico é, dentre tantos fatores e abordagens distintas, decorrente do aprisionamento ao momento do estranhamento, que se intenso poderá levar rapidamente ao pânico e à fobia do agora (agorofobia). Não seria prudente restringir tais efeitos sempre a uma razão tão simplista, mas também não podemos dissociar que há um gatilho (ainda que não imediato, mas também com efeito retardado) possível nestes estranhamentos que ocorrem na matriz ideológica afetada pelas fissuras do real.

“O pânico emerge do vazio percebido, do nada que consome tanto por dentro como por fora. O Pânico vem da sensação de inconformidade de não poder ocupar o que está destinado a ocupar, pois passa a perceber que é uma arapuca.

E, assim, chegamos ao ponto exato que desejamos atingir na selva: o constante estranhamento do nosso racional humano, pois sempre somos pretensiosos acerca de nós próprios e nos levamos demasiadamente a sério, mas que por vezes decidimos não prosseguir adiante quando este estranhamento vira uma bela de uma hesitação, e contrariamos tudo o que esperam de nós quando este prosseguir adiante se transforma em um sentimento muito forte provocado por uma ameaça desconhecida.

… sobre o pânico

A hesitação é um estado de inferno pessoal, de insatisfação e perplexidade, tudo junto e misturado e que pode levar facilmente ao pânico. É essa hesitação que iremos dissecar, conceitualmente, a partir daqui, visto que não é assim tão raro ela aparecer, antes de se aceitar (ou não) a nova condição dada pela vitória conquistada, pois seguir adiante significa também aceder a um novo lugar na estrutura da vida, geralmente um lugar mais elevado, mais pretensiosamente ao topo.

Algumas das aparições destes estranhamentos se dão mesmo antes de quaisquer sinais de alegria pela vitória obtida. Não ocorre apenas no momento da vitória, embora aí seja mais fácil percebê-lo, pelo contraste emocional que passa a existir.” (em O Guia Cínico e Selvagem dos Jogos da Vida, Cap. II)

Conteúdo Protegido.

Deixe um comentário

X