glossário do esquema conceitual do possível serdual - possibilidades

Possibilidades

Não seria equivocado afirmar que alguém que deseja o que o outro tenha ou seja, na verdade, esteve antes a identificar em si mesmo uma diferença negativa em relação ao outro. E assim, partiu em direção às possibilidades que o fariam ou farão suprimir esta diferença, para então apreendê-la e neutralizar a inferioridade que percebeu em si, seja verdadeira ou não. Obviamente que isto é hierarquizado em uma escala de valores, desejos, crenças e muitos outros critérios que darão um timing para as prioridades, que acabam por serem buscadas sempre que possível, sempre que as oportunidades se fizerem presentes e viáveis.

.

Mas a questão é que, mesmo quando apreendidas estas possibilidades, a saciedade não virá daí, pois ou surgirão a hesitação e a resistência em aceitar a “vitória”, ou se verificarão novas diferenças negativas, em outros aspetos não percebidos antes, em relação ao outro e, assim, todo o processo é retomado. E isto pode chegar a níveis obsessivos para alguns, sempre com a frustração crescente de nunca poder se saciar verdadeiramente, por mais que conquistem coisas para si. Muitos fãs, em relação às celebridades que possuem como referências, assumem uma crescente obsessão em ter e reproduzir tudo o que estas fazem, incondicionalmente, como se isto fosse o objetivo maior para suas próprias vidas. Acontece o mesmo com alguns torcedores desportivos, seus times e jogadores. E, por isso, passam a seguir as tais ditas celebridades diuturnamente e viram “seguidores” a níveis de zombies.

.

Há, ainda, uma outra situação possível, mas nem sempre alcançável, em que a ultrapassagem do outro foi total (ou ao menos imaginada ter sido assim) e, finalmente, passará a um estado tão superior (aqui, certamente imaginado), que se considerará um destes super-humanos. Mas não se saciará, de todo, pois toda suposta criatura deseja mesmo é ser como o suposto criador, e assim buscará uma diferença positiva cada vez maior, pois não quererá ser alcançado pelos outros que estão “atrás”.

.

A diferença positiva consistirá em uma série de atos que levem a acumular consigo ainda mais possibilidades, em que ficará mais distante dos que estejam a considerar “inferiores”, como numa corrida em que deseja eliminar a chance de ser alcançado pelos retardatários, até mesmo, por estes “serem” seguidores. E isto levará os outros a desejaram-no, que emergirá como uma nova referência de possibilidades, uma nova estrela a brilhar no firmamento, e o ciclo se perpetuará, entre os papéis de seguidores e de seguidos.” (em O Guia Cínico e Selvagem dos Jogos da Vida, Cap. IX)

Conteúdo Protegido.

Deixe um comentário

X